terça-feira, abril 27, 2010

Portabilidade*

Ligação para requisitar portabilidade numérica de um celular pré-pago da Vivo para um novo chip da Claro, comprado no dia 26 de Abril de 2010.

Ligação 1:
Falei com 2 atendentes.
Terminado o procedimento de requisição de portabilidade, afirmaram que demora 2 dias úteis para transferir a portabilidade da Vivo para a Claro.
Protocolo nº 2010 756 52204

Ligações do dia 27 de Abril, iniciadas às 12h10, para saber como está caminhando meu protocolo de transferência de portabilidade numérica.

Ligação 1:
Falei com a atendente Fátima, que não encontrou o meu processo no sistema.
Novo protocolo nº 2010 765 54824

Ligação 2:
Caiu durante a transferência do auto-atendimento para o atendente humano.
Mais 3 tentativas de ligação onde a transferência permanecia muda.

Ligação 3:
Falei com a atendente Adriana, que afirmou que a transferência de portabilidade demora 5 dias úteis.
Caiu a ligação quando foi transferir para a área de Portabilidade.

Ligação 4:
Falei com a atendente Vilma, que transferiu para a área de portabilidade.
Atendente Carolina pediu o número do celular da Vivo do qual quero transferir a portabilidade e disse que ia transferir para a área de portabilidade (novamente).
Tranferindo... musiquinha!
Voltou para o auto-atendimento...
Digitei 1, 2, 2, etc...
Digitei meu CPF e número de telefone para contato.
“Cadastro realizado! A Claro entrará em contato em até 48 horas! A Claro agradece a sua ligação.”
Desligou a ligação.

Ligação 5:
Auto-atendimento... digitei 1, 1, 2, 2, 2... até chegar ao atendimento humano.
“Para sua segurança esta ligação será gravada” (Ufa! Estou aliviado!)
Atendimento, Roxana, pediu mais uma vez o número da Vivo que desejo transferir para a Claro... aguardando completar o meu cadastro.
“Sr. Eilor, o meu setor é o setor de pedido de acompanhamento do atendimento e loja on-line e não temos acesso ao andamento do seu processo. Por isso vou transferir sua ligação para o setor de Portabilidade e espero que seja sua última transferência de ligação (!)”.
Tranferindo... musiquinha!
Atendente Eliane do setor de pré-pago me pediu o número da linha da Vivo que desejo portabilidade para a Claro.
Aguardando um momento enquanto ela verifica...
“Desculpe Sr. Eilor como sou do setor de pré-pago, não posso verificar o processo pelo sistema e, com a sua permissão, vou transferir para o setor de portabilidade.”
Ok, estou aguardando...
Tranferindo... musiquinha!
Caiu a linha.

Ligação 6:
São agora 13h26 e o número 1052 ficou mudo. Não chama.
Opa, chamou... auto-atendimento e lá vou eu digitar 1, 1, 2, 2, 2.
Como não querem mais me dar um número novo de protocolo, vou pedir logo de cara o número nesta ligação. Senão vou ligar de outro telefone. Veremos...
Tranferindo... musiquinha!
Atendente Claudia pediu meu nome e número de telefone, etc e eu interrompi pedindo um novo número de protocolo imediatamente.
Consegui novo protocolo nº 2010 765 96730!!!
Transferindo a ligação para a área responsável por portabilidade para celulares pré-pagos...
Tranferindo... musiquinha!
Atendente Renata “O que ocorre Sr. Eilor, referente à portabilidade não faz parte desse setor (claro cartão). Por isso posso transferí-lo para o setor de portabilidade para estar verificando”.
Tranferindo... musiquinha!
Chamou uma vez...
Caiu a linha.

Nestes casos, aprendi uma lição importante, que pode ajudar todas as pessoas:
Peguei o número da ANATEL (133) para ligar e fazer a reclamação formal.

Com esta atitude, a operadora é OBRIGADA a responder e solucionar o problema do cliente em 5 dias. Caso não responda e o problema não seja resolvido, recebe uma MULTA considerável, que aumenta conforme o passar dos dias!
Para isso, é necessário ter:

- 3 números de protocolo diferentes da operadora (no meu caso a Claro) requisitando o serviço;
- Descrição completa do problema para a ANATEL dar entrada em um processo de reclamação formal.
Como já tinha os 3 números de protocolo e o meu "diário" de ligações, realizei a 7ª e última.


Ligação 7:
Vamos lá então, ANATEL! Discando 133...
“Bem vindo ao atendimento ANATEL”.
Atendente Cleiciene me pediu para contar a história toda, nome completo, as operadoras envolvidas, CEP, CPF, Endereço e telefones para contato (cadastro da ANATEL).
Eu disse que não vou passar meus celulares por que a Vivo e a Claro estão mantendo-os desligados enquanto não conseguem fazer uma simples transferência de portabilidade.
Também relatei o fato do auto-atendimento do número 1052, dos serviços de Portabilidade da Claro, não seguir as novas leis do telemarketing, negando até mesmo a opção de falar com um atendente humano em qualquer menu do auto-atendimento.
Número da solicitação de reclamação formal na ANATEL: 5165522010
Fui informado que a prestadora tem uma prazo de 5 dias úteis para resolver a prestação ou entrar em contato comigo com o status da solicitação.
“A ANATEL agradece seu contato e deseja que o senhor tenha uma boa tarde.”
“Boa tarde Cleiciene, obrigado”.

São 13 horas e 49 minutos. Terminei meu contato com a ANATEL e não consegui mais falar com o setor de Portabilidade da Claro...

*Do dicionário bem transado do Marigo:
Portabilidade = Prestação de serviço realizada por empresas incompetentes em áreas de atendimento que possuem a mesma habilidade de uma porta.

6 comentários:

Avellart disse...

Vale a pena a leitura da matéria da Exame sobre o que os clientes pensam das empresas. E também uma visita ao site Reclame Aqui, eles tem ótimos indices de respostas - melhores do que o do Procon!!!

Eilor Marigo disse...

Ligações do dia 29 de Abril, iniciadas às 17h25, para saber como está caminhando meu protocolo de transferência de portabilidade numérica da Vivo para a Claro.

Ligação 1
Auto-atendimento... digitei 1, 1, 2, 2, 2... até chegar ao atendimento humano.
“Para sua segurança esta ligação será gravada” (Eu sei, eu sei...)
Atendente Alexandre pediu todos meus dados e o número para o qual desejo a portabilidade para o chip da Claro.
Passei o número e meus dados.
Disse que vai transferir para o setor de Portabilidade.
Tranferindo... musiquinha!
E agora telefone mudo... um tempão!
Opa, foi... A atendente Sandra pediu o número que desejo transferir... e verificando...
“Foi desse número mesmo que o senhor pediu a portabilidade?”
Ééé... Sim.
“Senhor, o seu pedido de portabilidade está quase concluído e devem entrar em contato com você logo, não posso afirmar o dia pois não está no sistema, mas falta apenas 1 item para liberação da portabilidade, então será muito rápido.”
OK Sandra, obrigado. Aguardo o contato da Claro.
“A Claro agradece, tenha uma boa tarde.”

Até hoje, 3 de maio, não fizeram o serviço. Tive que comprar outro chip para conseguir um número Claro enquanto espero a portabilidade.

Que deus me ajude...

Eilor Marigo disse...

Hoje, dia 05 de Maio, ainda não recebi um retorno da Operadora Claro e já estou há 50 minutos no telefone novamente. Nem mesmo a ANATEL conseguiu uma resposta, tamanha incompetência da empresa Claro.
É muito interessante ver um novo recorde nesse mercado de telefonia, que é horrível: Eu ainda nem sou um cliente Claro e já sou um cliente insatisfeito!
Sensacional!

Eilor Marigo disse...

Hoje, dia 05/05, fiquei mais de 1 hora no telefone com a central da Claro e nem chegar até a área de Portabilidade em consegui.
Novo recorde mundial de incompetência e violação dos direitos do consumidor.
Obrigado operadora Claro, por mostrar como NÃO fazer na minha empresa.

Eilor Marigo disse...

Dia 18/05, após 22 dias de ligações e tentativas frustradas de saber quando teria minha portabilidade o meu chip da Vivo simplesmente parou de funcionar. Troquei o chip pelo da Claro e finalmente consegui usar o meu antigo número pela operadora. Foram 22 dias com pelo menos 3 ligações por dia para tentar saber sobre o andamento do serviço, tendo dias que as ligações passavam de 10.
Agora que funcionou, veremos o que mais nos aguarda no atendimento dessas empresas!
E fim do meu diário de reclamações.

Anna disse...

Desculpa Eilóca... mas eu PRECISEI rir da sua cara!! ahuAHUhauHUA

PS: Já passei por situação beeem parecida, fica "tranquilo"...!